Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

09.01.22

As Escadas da Poesia


Maria Neves

 

6C7EAB3A-1486-4C1B-BC3F-7B278974AABC.jpeg

Ao primeiro degrau eu soltei um olhar,
O quanto seria difícil subir,
Não é do meu temperamento recuar,
Mas que projecto, me havia incumbir?

Soltando palavras ao vento,
Encontrei sempre um sentido,
Sempre ocupei o meu tempo,
Escrevendo algo, importante vivido.

Três degraus foram pisados,
Os meses rápido passaram,
Três degraus foram beijados,
Estórias e rimas se encontraram.

Ao sexto degrau olhei o fundo da escada,
Pensei, aonde tudo isto me levaria,
Não estava arrependida de nada,
O futuro me ditaria.

Eu encontrei na poesia,
Uma Escada de sonhos a realizar,
Nunca esperei que conseguiria,
Mais algum degrau na escada alcançar.

Quem pelas Escadas da poesia seguir,
Não se iluda ao cimo chegar,
Se não houver degraus para subir,
Não haverá estórias, o poema ficará por acabar!

Quantos degraus faltam?
Na Escada dos sonhos não há cálculo.
Só, e apenas degraus.

Maria Neves

Imagens:

Segundo, Peniche-Papoa, em dia de tempestade. (09/01/22) // Óscar Ferreira 

 

 

6 comentários

Comentar post