Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue, sorri sempre!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue, sorri sempre!

15.11.21

Presságio


Maria Neves

513977A3-4222-4403-9A93-0ED42A4E203C.jpeg

"O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p’ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente…
Cala: parece esquecer…

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P’ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar…"

Fernando Pessoa

[ Fernando Pessoa, descreve  neste poema  de forma  simples,  mas profunda, o Amor.

 Aquele Sentimento de Alma, quase platónico, reflectido até  na vergonha de  o exprimir,  encontrando-o na  sua Paz  de Coração, conversando com os seus silêncios.]

Maria Neves 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.