Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Um espaço, que descreve a minha atitude perante a vida. Viver com um sorriso, perspectivando um futuro melhor. Sorri sempre!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Um espaço, que descreve a minha atitude perante a vida. Viver com um sorriso, perspectivando um futuro melhor. Sorri sempre!

25.10.21

O trovisco


Maria Neves

  Procurei numa tarde de Outono, Pela floresta  e perto do mar, Onde existisse vida sem dono, Onde pudesse repousar o olhar. Nos locais inóspitos descobri, Plantas lindas selvagens, Pela sua genuinidade escrevi, Não serão apenas ervagens. Passeando de manhã pela mata, As folhas douradas iam caindo, Acima o Trovisco verdejava, E exalava um cheiro distinto. Aprendi que era tóxico, não se poderia tocar, Da mitologia à botânica a sua história empolgava,        O Deus Apolo (...)
13.10.21

O arranjo de Outono


Maria Neves

Sentada na esplanada do Parque, Olhando a garça real no cimo da cascata,     O Outono colorido  é uma Obra de Arte,  O sol sobre a água, forma túneis de prata. Se bem o pensei, assim me levantei, Terminei a bebida e fui a caminho,  Folhas secas de várias cores encontrei,           O arranjo de Outono selvagem, acarinho. O Outono é a minha estação preferida, Gosto das cores e dos cheiros,   Gosto do Sol à tarde na sua partida, Como quem aprecia o sabor de um (...)
12.10.21

Um Ser e o Mar


Maria Neves

Existe algo por descobrir,  Para além do horizonte, Talvez a promessa por cumprir, Quando bebi a água da Fonte. Tanto mar, tanto sol, e um sonho, Tanto ainda por viver, Vivendo num mundo enfadonho, Tanto que alguém não quiz ver. O mar mostra a sua imensidão, Neste Outono quente e bondoso, Com ondas baixas que vêm e vão, Neste lugar magestoso. Junto ao mar no entardecer, Uma gaivota anuncia  Líberdade, Entre o céu  e o mar faz estremecer,   A vida que leva de Verdade. Maria Neves  
05.09.21

Um Anjo chamado Gaivota


Maria Neves

Um Anjo chamado Gaivota  Com o nascer do sol me levanto, Neste verão tardio arrebatador, Protejo a família com o meu manto, Espera-se um dia libertador. O Sol brilha nas águas do Mar, Traz consigo Luz e prosperidade, Saber que existe alimento neste lugar, Estamos em paz, e plena Liberdade.  Aqui tenho a família ocupada, Os filhos pequenos, começam a voar, Já posso dormir descansada, Todos trabalham para se sustentar. Brevemente o oceano vamos cruzar, O calor invulgar (...)
02.09.21

A tripeça e o pedestal


Maria Neves

Quando alguém te vê, não a tua essência, Profetiza a tua criatividade, Precede, com muita sapiência, Não valorizou a tua liberdade. Mostrando tanta altivez, Que nem ser mandado ao "condado" merece, Servindo a arrogância de sensatez, De mim terá o que merece. Eu, não tenho asas, nem quero voar, A Humildade gera o valor (...)
31.08.21

Dia Internacional dos Blogs


Maria Neves

  Dia Internacional dos Blogs Hoje é um dia muito especial. Comemora-se internacionalmente, o dia de quem escreve o que sente, de quem coloca a Alma  a falar, e que transporta para o ecrã e partilha, com imensa satisfação e carinho, a sua forma de sentir a Vida. Todos podemos ser por um pouco o que quisermos, na Blogosfera. N (...)
24.08.21

Ser Livre


Maria Neves

Ser Livre é  É sentir a leveza do pensamento, Ter como parente a coragem, Só precisar da brisa do vento, Saber limitar a sua imagem. Ser livre é  É não precisar  de se apresentar, É saber  pensar com os sentidos, Colocar  a alma a falar, Caminhar sobre ideais refletidos. Ser livre é É não ser refém de um passado, (...)
30.07.21

Lembranças de um Cacto


Maria Neves

Lembranças de um Cacto  Moro numa zona privilegiada, Sou verde,  e tenho esperança, Tenho uma existência invejada, Sou  um cacto, com lembrança. Lembro no Inverno passado, Todas as noites  fui visitado, Todas as noites fui urinado, Por um gatinho mal amado. De repelentes a câmara de filmar, Tudo colocaram para me defender, Até que me cresceu um pico maior, E, pus o infeliz uns dias a arder. Ter que suportar o gato, e o vento sul, A dona da casa  e a Pandemia, Até arrancado (...)