Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

15.11.23

Um Lindo Dia


Maria Neves

O sol brilhou naquela manhã, A última gota de orvalho secou, Para trás a terra guardiã, Que o crepitar do fogo calou. Viajar para outro lugar, Vencer pela razão, Recusar apenas lutar, Por algo que não é seu chão. Encontrar um bem supremo, Algo difícil de descrever, Viajar em barco sem remo, Onde a vida se faz viver. Caminhar à luz do luar, Ouvir o mar que fica tão perto, Sem motivos para alcançar, Prados verdes no deserto. Maria Neves  
16.02.23

Gotas de Anis


Maria Neves

    Uma pequena gota de chuva que cai, Ao mar se juntará, A semente furtiva a atrai. Na terra se dissipará. O vento sopra de Leste, Frio, intenso e insolente, A gota percorre o chão agreste, Enche de esperança a semente. A pequena semente vestida de anis, Abraça o solo ávido de verdejar, Os dias trarão a raiz, Um prado verde irá fortificar. Pequenas gotas de água da chuva... Maria Neves       
29.12.22

Olhos Que Falam


Maria Neves

  Existe num simples olhar, Uma mensagem de vida escondida, Onde a alma expõe o pulsar, Que permite poder ser entendida. Sobre um olhar existe um horizonte, Existe uma parede fechada, Existe um penedo, ou uma ponte, Existe um vazio, ou uma estrada. Sobre um olhar existe a melodia, Existe um discurso sem palavras, Existe um caminho, ou um guia, Existe uma seara sem lavras. Sobre o olhar existe um sentido, Existe o perto, e o ausente, Existe o presente e o perdido, Existe Quem, não (...)
15.12.22

Tempo Curto, Ou Eterno


Maria Neves

Há quem more suspenso, Por aí, em algum lugar, Onde o pensamento é intenso, E onde o tempo, deixou de passar. Olhando o mar que se agita, Numa tarde chuvosa e fria, Haverá uma alma que grita, Por algo, que se tornou no seu guia. A vida não pode esperar, Foi da terra, foi do fogo, e do mar, Foi do curto tempo, foi do eterno, De onde se foge passar. Na tempestade aprendeu, A controlar o seu leme, Na adversidade respondeu, Quem vive pelo Outro, não teme. Maria Neves      
12.12.22

Um Dia Especial, com Contos De Natal


Maria Neves

  No dia 3 de Dezembro de 2022, a comunidade blogger do Sapo publicou o seu segundo livro de Contos de Natal, evento realizado na  Biblioteca Municipal da Ericeira - Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva,  com um acolhimento fantástico, e num edifício lindo. Agradeço a esta comunidade por me ter acolhido e valorizado. Agradeço  á Isabel (...)
01.11.22

Dia 1 de Novembro


Maria Neves

  1 de Novembro 2022 Pela manhã, o dia acordou cinzento, mas pleno de cheiros e de cores. As crianças tocaram a campainha da casa, bem cedinho, trazendo consigo a tradição, o sorriso e a alegria do Pão por Deus. Alegremente estendiam os seus sacos de pano, e recebiam gratos as broinhas de canela. Saindo pela avenida, a tradição está bem viva. Mulheres activas, com grandes ramos de crisântemos prontos  para oferecer aos seus entes queridos que já partiram do nosso mundo. Po (...)
12.09.22

Um Vento Quente Que Sopra


Maria Neves

É um vento quente que sopra, Uma chuva morna que cai, Pouco a pouco o Outono se mostra, E assim o Verão quente se vai. Sorvo um café,  Sons da natureza à minha beira, Flores amarelas perfumam com fé, Contemplo à minha maneira. As folhas douradas vão caindo, Raios de sol nuvens rasgando, Enobrece uma tarde partindo, A nostalgia do Verão vai ficando. Maria Neves