Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

13.11.22

E A Chuva Continua Caindo


Maria Neves

É uma chuva forte que cai, O vento sul canta na estrada, No oceano revolto a espuma se esvai, Ao encontro da noite idolatrada. E a chuva que continua caindo, Quebra o silêncio que a noite perpectua, A Luz da sala pelo chão decaindo, A escuridão dessimula. Um relâmpago surge de mansinho, Um trovão ao longe ecoa, A chuva continua caindo, E na noite, há uma gaivota que voa. E a chuva continua caindo....        
18.09.22

Como um Pôr do Sol de Setembro


Maria Neves

  Quanto a alma sustenta, O que os olhos não viram, Quando o desejo atormenta, Quantos sonhos  partiram . Como um pôr do Sol de Setembro, Como uma viagem que não existiu, Como as folhas que caiem, lembro, Como um almejo que sumiu. Ao fundo, uma nuvem dourada, O fim de tarde acontece, Anéis dourados brilham no Mar, Sem me aperceber anoitece. Maria Neves  
20.04.22

Cordas da Melodia


Maria Neves

O apelo da guitarra chamava, Cada nota naquela noite tinha sentido, O Poema a minha vida retratava, Tinha-me encontrado comigo. O pensamento tem sempre raiz, Que em profundo chão germinou, Cada frase cresce na matriz, De quem em vão por alguém, um dia clamou. Enquanto escrevo estas palavras, Reflito num passado recente, Como o som da guitarra estremece, Pensando neste mundo demente. Haverá tanto para agradecer, Tanto quanto, o viver nos chamou, Tal como acontece com a noite escura, Que uma manhã de sol derrubou.
14.03.22

Sem Fim


Maria Neves

  A Mentira corroi,   A Guerra destrói, A Falsidade vive nas trevas. E a Sabedoria? Sob a Luz e Coerência, no Tempo se constrói.  Ao contrario de tudo, a liberdade pelo Saber, não doi.   Só necessita do Verdadeiro Ser.   Sem grevas. Maria Neves  
11.03.22

Sopro


Maria Neves

Sopro A existência será um sopro? Uma ponte,  uma viragem, Uma trégua, e de tudo um pouco, No percurso, no destino da viagem. Quando o Ser humano É ambição, Vive no mundo do desnorte, O Outro é só mais Um, Ficará entregue à sua " Sorte". Enquanto o mundo assiste, E ninguém sabe muito bem o que fazer,    E a vida é um sopro,  para quem desiste,      O Outro sofre, sem poder escolher. Maria Neves    
04.01.22

A Viragem


Maria Neves

Estávamos no início da Pandemia, Dei por mim, frente ao mar a pensar, No meio daquela ventania, Novo trilho desejava alcançar. Horas sem fim, numa rocha sentada, Sobre o horizonte chorei, e esperei, Uma saída para a dor que lancinava. Na música que ouvia encontrei. O som da guitarra parecia um guia, O poema rimava na perfeição, De sueco pouco entendia, Mas trouxe alguma paz a um coração. Já tinha deixado um pouco de mim, As circunstâncias não permitiam voltar, A  Viragem (...)
15.11.21

Presságio


Maria Neves

"O amor, quando se revela, Não se sabe revelar. Sabe bem olhar p’ra ela, Mas não lhe sabe falar. Quem quer dizer o que sente Não sabe o que há de dizer. Fala: parece que mente… Cala: parece esquecer… Ah, mas se ela adivinhasse, Se pudesse ouvir o olhar, E se um olhar lhe bastasse P’ra saber que a estão a amar! Mas quem sente muito, cala; Quem quer dizer quanto sente Fica sem alma nem fala, Fica só, inteiramente! Mas se isto puder contar-lhe O que não lhe ouso contar, Já (...)