Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

15.05.22

O Tojo Amarelo Malaquias


Maria Neves

Vivo num  paraíso,  não tenho dono, É primavera, estou florido, Todo eu Sou um espinho medonho, Quem me tocar, ficará dorido. De amarelo me vesti, Sou destaque no pinhal, Ninguém se chega aqui, Sou "picudo", mas não faço mal. Pertenço ao mundo verde esquecido, Aquele que alguém pretende extinguir, Quando chegar o verão fico impedrenido, Pronto,  p'ro braseiro consumir. Sou o Tojo Amarelo Malaquias, Orgulho-me de ser quem sou, As abelhas visitam-me todos os dias, Serei (...)
03.05.22

Ondas de Vento


Maria Neves

  À tarde olhei o oceano, O brilho das águas, O mar em frente soberano,    Não vi guerras, não vi mágoas. Tanta luz, e a voz da esperança, Tantas mensagens as ondas enviam, Tantos sopros  de mudança, Sobre aquelas rochas caiam. Uma gaivota cantava do alto, Branca, semeava liberdade, Não havia serra ou planalto, Onde pousasse a sua verdade. Foi-se perdendo nas ondas de vento, Encontrando-se nas marés, O destino tem o seu tempo, Ela tem o mar a seus pés . Maria Neves     (...)
09.02.22

Presença


Maria Neves

Saber ouvir-Se, Saber esperar, Permitir-se apenas Ser. Sem ruídos. O Sol entra e brilha. Todos conhecem o seu Valor. Mesmo nos dias nublados, não se Vê, mas está lá, E volta a brilhar, no fim da nuvem passar. É tudo uma questão de tempo. É tudo uma questão do Ser. Maria Neves
12.10.21

Um Ser e o Mar


Maria Neves

Existe algo por descobrir,  Para além do horizonte, Talvez a promessa por cumprir, Quando bebi a água da Fonte. Tanto mar, tanto sol, e um sonho, Tanto ainda por viver, Vivendo num mundo enfadonho, Tanto que alguém não quiz ver. O mar mostra a sua imensidão, Neste Outono quente e bondoso, Com ondas baixas que vêm e vão, Neste lugar magestoso. Junto ao mar no entardecer, Uma gaivota anuncia  Líberdade, Entre o céu  e o mar faz estremecer,   A vida que leva de Verdade. Maria Neves  
05.09.21

Um Anjo chamado Gaivota


Maria Neves

Um Anjo chamado Gaivota  Com o nascer do sol me levanto, Neste verão tardio arrebatador, Protejo a família com o meu manto, Espera-se um dia libertador. O Sol brilha nas águas do Mar, Traz consigo Luz e prosperidade, Saber que existe alimento neste lugar, Estamos em paz, e plena Liberdade.  Aqui tenho a família ocupada, Os filhos pequenos, começam a voar, Já posso dormir descansada, Todos trabalham para se sustentar. Brevemente o oceano vamos cruzar, O calor invulgar (...)
24.06.21

Alentejo ao crepúsculo


Maria Neves

Alentejo ao crepúsculo  O  crepúsculo  cai sobre o horizonte, O céu cor laranja brilhante,  seduz, Só no Alentejo encontro estas cores, Que ao descanso,  e à paz interior nos conduz.   Na varanda do hotel vejo a noite, que vai descendo, Negra como um breu. Não sei,  não compreendo, O que ao nosso mundo aconteceu. Uma estrela no céu brilha, Iluminando a noite escura, Um pássaro ao longe grita, Manifestando a sua amargura.   Que a noite traga consigo, O descanso, o (...)