Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

26.08.23

A Fonte da Pena


Maria Neves

  Pela estrada da noite viajei, Toquei na névoa do amanhecer, No cume da serra pernoitei, Percorri léguas a descer. Procurei na berma da estrada, Uma fonte com água fresca, Só encontrei erva castrada, Em solo árido, nada refresca. Rios e mares do Sul guardais, As mais frescas águas do desejo, Sussurrem vossos caudais, Que sobre este calor tórrido, almejo. De repente, avisto da ponte, A pêga branca que voa serena, Verdes jardins na base do monte, Encontro, a Fonte da Pena. (...)
24.08.23

Essências da Noite


Maria Neves

O céu é cor de fogo, Ao crepúsculo, sobre a serra, Vivências, com algo de novo, Cheiros de mar e de terra. A noite cai poderosa, O luar desfaz a escuridão, A coruja, exibe sua voz charmosa, Este lugar não tem multidão. Madressilva, bétula, bergamota, Juntam essências na maresia, Do céu da noite, não cai uma gota, Mas a brisa do mar, faz a cortesia. Algarve em Agosto... Maria Neves  
18.07.22

O Lagarto da Água


Maria Neves

  Sou verde da cabeça aos pés, Sou reflexo dos pinhais, Vivo na represa, não há marés, A minha casa não tem umbrais. O calor atrapalha os meus planos, Quero apanhar o sol, restaurar a cor, Mas o mesmo espaço com humanos, Vai de mal a pior. Eu não faço mal a ninguém, Será que sou tão feio assim, Aproximei-me com os meus dentes brancos, Chamaram um exército sem fim. Pobre de mim, pensei em me aproximar, Não tinha maldade, só queria lanchar, Agora eu tenho certeza, Que na águ (...)
22.06.22

Noite de Verão


Maria Neves

Noite quente de verão, sempre lembrada, O céu estava limpo e estrelado, O luar brilhava na enseada, O amor, estava mesmo ali ao lado. Nas dunas sentia a brisa do mar, A música que vinha do bar chamava, Mas nada haveria para desviar, Quem o amor verdadadeiro encontrava. Penso sempre neste lugar, Outrora fonte de amor e desejo, Onde o sol se põe no seu esplendor, Onde quem olha o mar, antecipa um beijo. Não haverá idade para amar, Não haverá alma à solta neste lugar, Não (...)
05.09.21

Um Anjo chamado Gaivota


Maria Neves

Um Anjo chamado Gaivota  Com o nascer do sol me levanto, Neste verão tardio arrebatador, Protejo a família com o meu manto, Espera-se um dia libertador. O Sol brilha nas águas do Mar, Traz consigo Luz e prosperidade, Saber que existe alimento neste lugar, Estamos em paz, e plena Liberdade.  Aqui tenho a família ocupada, Os filhos pequenos, começam a voar, Já posso dormir descansada, Todos trabalham para se sustentar. Brevemente o oceano vamos cruzar, O calor invulgar (...)
04.09.21

O Corvo marinho de bico amarelo


Maria Neves

  O Corvo marinho de bico amarelo  Sou exigente,  tenho o meu mundo, Moro numa casa sem tecto, Sou feliz a cada segundo, A minha mansão não teve arquitecto. Quando vejo um humano por perto, Fico cheio de prurido, É a alergia debaixo das asas, é certo, Desperta em mim, o sexto sentido.  O humano não é confiável, Já tem o planeta num caco, A sua ambição não é sustentável, Sou livre, não preciso buraco.  Ao amanhecer, no cimo deste rochedo, Trato da minha higiene no (...)
22.08.21

O vento norte


Maria Neves

O vento norte Belo, o pôr-do-sol no horizonte, Hoje na Costa, sente-se o vento norte, A ondas de crista branca, defronte, Viajando pelos mares, à sua sorte. Ainda é verão, ou talvez não, E, o sol se põe no abandono, O vento norte fresco, revela ação, Mas, já se avizinha o Outono. Pelo caminho, vejo folhas douradas pelo chão, As árvores inquietas, sugerem mudança, O vento norte sopra na minha direção, Só a natureza tem a sua própria  dança. Mas que fresco o vento norte!   (...)
20.08.21

Olhando o Outro


Maria Neves

É de manhã e acordei cedo. Hoje é dia folga da Urgência. Tirei um café e peguei um livro, enquanto aguardava o pãozinho fresco. Abri a janela, havia sol e cheirava a maresia. Mas, decidi ficar no conforto do meu Lar, que os últimos dias foram pesados e inesquecíveis. Não me refiro ao contexto profissional, esse é normal para esta época do ano. Refiro-me aos últimos acontecimentos no mundo que nos cerca.  Há necessidade de  pensar que não somos incólumes, enquanto existe (...)
06.08.21

A Terra já não é azul


Maria Neves

  https://mluciadneves.blogs.sapo.pt/a-terra-ja-nao-e-azul-58454 A Terra já não é azul Com lindas penas, sou tão pequenino e canto, Hoje estou  feliz neste poleiro, Faço parte do planeta terra,  por enquanto, Amanhã não  sei, se tenho pinheiro. Amanhã não sei,  se tenho água para beber no rio, Não sei se haverá (...)
02.08.21

Pérolas de uma Aranha


Maria Neves

Pérolas de uma Aranha - Com um sorriso, chegas ao infinito. (sapo.pt) Pérolas de uma Aranha  Existem pequenos nichos, na Terra, que são verdadeiros tesouros.  A vida e obra de uma Aranha,  na falésia, da Marginal Norte em Peniche, torna- se uma verdadeira obra de arte para qualquer Humano sensível à beleza da Mãe Natureza, numa manhã de orvalho. Ela está escondida, enquanto  a sua (...)