Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

07.01.24

Lentes De Bruma


Maria Neves

Ao longe o mar azul desafia, Conta histórias aos rochedos, Só eles sabem, eu nada sabia, Que o mar também, esconde segredos. Sopra o vento frio do Norte, Da onda, voa a espuma gelada, Toca no sopro, no desnorte, Onde a humanidade se vê trancada. Viajando pelo horizonte, Onde o desejo confunde, Onde o forte se esconde, Onde o profundo do Ser, Sucumbe. Ao crepúsculo, lentes de bruma, O manto voraz da mentira, Em que a verdade não se acostuma, No rumo que nunca assentira. Maria Neves   (...)
22.05.23

Oceano Azul


Maria Neves

Oceano Azul Algures eu procurei, Quando tudo era incerto, Quando longe encontrei, O que sonhara por perto. Lembro os ventos da serra, Lembro noites junto ao mar, Lembro um cheiro de terra, Sentido num simples olhar. Uma vida cheia de vida, Uma música vinda do Norte, Numa praia esquecida, Onde a onda mostra o seu porte. Lembranças de um lugar, De uma brisa vinda do sul, No fundo do teu olhar, Existe um Oceano Azul. Maria Neves            
31.12.22

Grata a 2022


Maria Neves

Grata a 2022 Ano que nunca será esquecido, Pelos amigos que conheci, Pelo que dei e recebi, Pelo que ensinei e aprendi. Pelas horas de imobilização, Sem asas para andar, Aprendi facilmente a lição, O quão difícil é, ser obrigado a parar. Que 2023 traga Paz, Saúde e responsabilidade, Que a Luz toque os corações, E a tristeza dê tréguas à Humanidade. Votos de Feliz 2023 Maria Neves      
29.12.22

Olhos Que Falam


Maria Neves

  Existe num simples olhar, Uma mensagem de vida escondida, Onde a alma expõe o pulsar, Que permite poder ser entendida. Sobre um olhar existe um horizonte, Existe uma parede fechada, Existe um penedo, ou uma ponte, Existe um vazio, ou uma estrada. Sobre um olhar existe a melodia, Existe um discurso sem palavras, Existe um caminho, ou um guia, Existe uma seara sem lavras. Sobre o olhar existe um sentido, Existe o perto, e o ausente, Existe o presente e o perdido, Existe Quem, não (...)
02.07.22

O Lugar onde o Corvo Canta


Maria Neves

Quando um dia me retirei, Triste e sem perceber, Porquê deixar o que tanto amei, Em busca da paz para viver. O Sol brilha nas águas do rio, Nunca se fez anunciar, Ele escolhe a hora do dia, Em que  volta e decide brilhar. Com o passar do tempo decidi, Colocar tudo no seu lugar, Se há factos que não esqueci, É que nunca me irei acostumar. O tempo mudou o rumo da viagem, Sou parte do lugar onde o Corvo canta, Onde o que passou foi miragem, Onde o que se passará, já não me espanta. Ma (...)
29.05.22

Junto ao Rio


Maria Neves

Junto ao rio Ao fundo vejo a ponte romana, A copa das árvores reflete no rio, O cheiros que a verdura emana, Chama o pato arredio. O cisne branco em ritmo lento, Sozinho, exibe a sua beleza, No fundo do rio busca alimento, Ali, ele tem toda a sua riqueza. Todo aquele espaço tem magia, Tem Paz, tem Luz, tem arvoredo, Em Maio, o calor do fim do dia, No parque, a natureza tem o seu segredo. Ao seu ritmo a noite vai caindo, As aves do dia, preparam a despedida, Também eles amando (...)
12.05.22

Um Ano do meu Blogue


Maria Neves

Um ano de Blogue  COM UM SORRISO, CHEGAS AO INFINITO Foi precisamente neste dia,  e neste local, que decidi colocar finalmente por escrito, as minhas vivencias pessoais, os meus personagens, o meu projeto criativo,  dando a conhecer a minha outra face. Desde criança, sempre me senti atraída por livros. Muitos livros. Muitas estórias e muita história, muitas vivencias, muitos lugares, sem sair do quarto. E não só lia, como escrevia em prosa e poesia, sobre essencialmente a (...)
09.05.22

Onde?


Maria Neves

Onde? Onde em Agosto vi o eclipse lunar, Onde cheirava a terra molhada, Onde havia música no ar, Onde se abraçava a enxada. Onde se respirava calma, Onde o riso era uma constante, Onde existia espaço para a alma, Onde tudo acabou num instante. Onde? Onde se alicerçou a arrogância, Onde o Outro não foi respeitado,  Onde venceu a intolerância,    Onde o dinheiro foi mais valorizado.   Onde é escuro em noite de luar, Onde,  a esperança e a fé partiram, Onde,  não se sai do (...)
09.01.22

As Escadas da Poesia


Maria Neves

  Ao primeiro degrau eu soltei um olhar, O quanto seria difícil subir, Não é do meu temperamento recuar, Mas que projecto, me havia incumbir? Soltando palavras ao vento, Encontrei sempre um sentido, Sempre ocupei o meu tempo, Escrevendo algo, importante vivido. Três degraus foram pisados, Os meses rápido passaram, Três degraus foram beijados, Estórias e rimas se encontraram. Ao sexto degrau olhei o fundo da escada, Pensei, aonde tudo isto me levaria, Não estava arrependida de nada, (...)