Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

Com um sorriso, chegas ao infinito.

Bem-vindo ao meu Blogue!

15.12.22

Tempo Curto, Ou Eterno


Maria Neves

Há quem more suspenso, Por aí, em algum lugar, Onde o pensamento é intenso, E onde o tempo, deixou de passar. Olhando o mar que se agita, Numa tarde chuvosa e fria, Haverá uma alma que grita, Por algo, que se tornou no seu guia. A vida não pode esperar, Foi da terra, foi do fogo, e do mar, Foi do curto tempo, foi do eterno, De onde se foge passar. Na tempestade aprendeu, A controlar o seu leme, Na adversidade respondeu, Quem vive pelo Outro, não teme. Maria Neves      
12.12.22

Um Dia Especial, com Contos De Natal


Maria Neves

  No dia 3 de Dezembro de 2022, a comunidade blogger do Sapo publicou o seu segundo livro de Contos de Natal, evento realizado na  Biblioteca Municipal da Ericeira - Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva,  com um acolhimento fantástico, e num edifício lindo. Agradeço a esta comunidade por me ter acolhido e valorizado. Agradeço  á Isabel (...)
16.10.22

Quantos e Tantos Mais


Maria Neves

Quantas ondas tem o mar, Quantos muros têm sentidos, Quanto tempo vai levar, Levantar ombros caidos. Quantos montes tem a serra, Quantos vales ficam ao fundo, Quantos desejos encerra, Cada mente no seu mundo. Quantas vidas quer o Ser, Quando não vive na sua, Quanto tempo precisa Ter, Para  que a verdade possua. Quantas vidas temos em nós, Passadas cada momento, Nunca, nunca estaremos sós, Enquanto dura o pensamento. Maria Neves  
22.04.22

Controvérsias


Maria Neves

Controvérsias “Se não valorizares os teus passos na vida, Ninguém os valorizará por ti, Mas não precisas ser valorizado por alguém, Desde que os teus pés subam os degraus que escolheste, Assente na responsabilidade que criaste “. Maria Neves  
22.01.22

Lisboa vale a pena


Maria Neves

Bom dia Lisboa, dizia eu, há uns dias atrás, na varanda de um hotel na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Sim, desde criança que sonhava ter o previlegio de conhecer a Capital, passo a passo, monumento a monumento, ruas e ruelas, e os meus olhos  poderem ver as paisagens  que via nos livros, e que de verdade são de cortar a respiração. Os locais históricos, que o meu pai tanto falava e ensinava. As aventuras dos nossos antepassados, a nossa História. De alguns tempos para (...)
19.11.21

Afinal, quem virei a Ser Eu...


Maria Neves

Não, não quero ser mais um, Que acha lindo uma palhaçada num canal da TV, ou a vida de alguém bem sucedido, numa rede social,   e dai projecta o seu modo confortável de vida, sem esforço e sem trabalho. Vivendo numa existência não existente, num monólogo idealista e sem futuro. Não, não quero ser mais um, Que ignora a miséria do planeta, onde devido catástrofes naturais, guerras, conflitos éticos e religiosos, assiste de bancada  há fuga das pessoas que buscando uma (...)
12.10.21

Um Ser e o Mar


Maria Neves

Existe algo por descobrir,  Para além do horizonte, Talvez a promessa por cumprir, Quando bebi a água da Fonte. Tanto mar, tanto sol, e um sonho, Tanto ainda por viver, Vivendo num mundo enfadonho, Tanto que alguém não quiz ver. O mar mostra a sua imensidão, Neste Outono quente e bondoso, Com ondas baixas que vêm e vão, Neste lugar magestoso. Junto ao mar no entardecer, Uma gaivota anuncia  Líberdade, Entre o céu  e o mar faz estremecer,   A vida que leva de Verdade. Maria Neves  
02.09.21

A tripeça e o pedestal


Maria Neves

Quando alguém te vê, não a tua essência, Profetiza a tua criatividade, Precede, com muita sapiência, Não valorizou a tua liberdade. Mostrando tanta altivez, Que nem ser mandado ao "condado" merece, Servindo a arrogância de sensatez, De mim terá o que merece. Eu, não tenho asas, nem quero voar, A Humildade gera o valor (...)